Fluvial e União de Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos criam secção de desporto adaptado

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

O Clube Fluvial Portuense irá criar uma secção exclusivamente dedicada ao Desporto Adaptado, em parceria com a União de Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos (UFLOM), na sequência do sucesso da equipa de natação adaptada, criada na época 2014/2015 com apenas um elemento e que hoje já conta com 12 nadadores, entre eles campeões e recordistas nacionais e participantes em competições europeias e mundiais.

As duas instituições vão assinar, este sábado, pelas 11h00, o protocolo, numa cerimónia a ter lugar no complexo desportivo do Clube Fluvial Portuense, com a presença da presidente da UFLOM, Sofia Maia, do presidente do Clube Fluvial Portuense, Valentim Miranda, a provedora Municipal dos Cidadãos com Deficiência, Lia Ferreira, e o presidente do Instituto Nacional para a Reabilitação, Humberto Santos.

Segundo nota de imprensa enviada para o Chlorus, “o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, foi convidado para apadrinhar esta nova secção, que pretende ser um espaço de inclusão e de conquistas desportivas e sociais”.

O evento estará inserido nas atividades do festival anual da Escola de Natação do clube, este ano sob o tema “Fluvial Under the Sea», que se realiza durante a manhã, seguindo-se a assinatura do protocolo.

Para além dos atletas de Natação Adaptada, o Fluvial também já conta com alguns elementos na vertente de remo adaptado, a funcionar no Posto Náutico do clube, em Vila Nova de Gaia.

Comentários