Fluvial Vilacondense e Académica de Coimbra campeões da 2.ª Divisão

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

O Fluvial Vilacondense, em masculinos, e a Académica de Coimbra, em femininos, sagraram-se, este domingo, em Leiria, campeões nacionais da 2.ª Divisão, garantindo a subida ao escalão principal.

Em masculinos, a equipa de Vila do Conde, que já liderava a classificação desde sábado, confirmou a conquista do título nacional neste segundo dia ao somar 391 pontos, bem distanciados do Fluvial Portuense com 366 e do Leixões com 349, segundo e terceiro classificados, respetivamente, que também sobem à 1.ª Divisão.

São despromovidos ao terceiro escalão as equipas do Colégio de Lamas (21.º com 135), CD Estarreja (22.º com 135), Académico de Viseu (23.º com 129) e Aminata (24.º com 27).

Já em femininos, a equipa da Briosa foi campeã nacional com 382 pontos, à frente do Leixões com 380 e da Fundação Beatriz Santos com 361 que também sobem ao escalão primodivisionário.

São despromovidos ao terceiro escalão as equipas do Gafanha da Encarnação (21.º com 147), Clube de Natação da Maia (22.º com 118), Clube de Natação da Amadora (23.º com 106) e Associação Estamos Juntos (24.º com 56).

Neste domingo, Ana Sousa voltou a baixar o recorde nacional de juniores de 16 anos nos 200 livres. A nadadora do Clube de Natação do Litoral Alentejano nadou o primeiro percurso da estafeta de 4×200 livres em 2.01,17, superando o anterior máximo nacional 2.01,21, marca que tinha nadado na véspera.

Ana Catarina Monteiro (Fluvial Vilacondense), com 780 pontos nos 200 mariposa (2.09,92), e Glauber Silva (Foca -Clube de Natação de Felgueiras), com 756 pontos nos 100 livres (49,33), foram os nadadores com melhores performances.

Participaram 422 atletas (211 masculinos e 211) em representação de 33 clubes.

Resultados completos

24785246_1506940789424930_2641307897346751502_o

 

Créditos das fotos: LF Nunes Facebook

Comentários