Natação vs Hidratação

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

A natação envolve sessões prolongadas de treino imerso em água com temperatura relativamente constante. Por ser praticada em ambiente com menor estresse térmico a reposição hídrica na natação é muitas vezes negligenciada. Este ambiente pode ter uma influência no estado de hidratação dos nadadores independentemente do equilíbrio de fluídos.

Neste estudo 46 nadadores adolescentes saudáveis (26 masc e 20 fem, 12,8 ± 2,3 anos, 50,6 ± 13,4 kg) foram avaliados durante uma típica sessão de treino típico em piscina coberta. Pela manhã, amostras de urina pré e pós treino foram testadas quanto à osmolalidade e gravidade específica, com todos os atletas ingerindo fluidos à vontade. 67% dos atletas foram hipo-hidratados (urina osmolalidade [Uosm] ≥700 mmol·kg(-1)) com base na primeira amostra de urina matinal, que aumentou 78% imediatamente antes do treinamento.

Durante treino de 2 h de natação, a perda mínima de suor (0.39 ± 0.27 L) combinada com disponibilidade de líquido à vontade resultou em massa corporal inalterada (0.1 ± 0.3 kg). Além disso, a sede pré e pós foi semelhante (antes da prática: 46 ± 26, após a prática: 55 ± 33 mm em uma escala analógica visual de 100 mm; p> 0,05).

Curiosamente, a [Uosm] pós foi significativamente reduzida em comparação com valor pré 630 vs. 828 mmol·kg(-1); p = 0.001), sem qualquer alteração significativa na massa corporal (0.1 ± 0.3 kg; p > 0.05). Conclusão, os dados apresentados indicam que mais de dois terços dos jovens nadadores apareceram na sua prática sub-opticamente hidratados.

Os marcadores de hidratação urinária pós podem não refletir com precisão o estado de hidratação de nadadores. O facto de muitos atletas usarem a cor da urina como uma estimativa rápida e fácil de indicação de hidratação pede que eles estejam cientes de que a natação pode afetar a concentração e cor da urina independente do seu estado de hidratação. Alterações na massa corporal podem auxiliar na avaliação a perda de água durante o treino.

Desta forma sugere-se que massa corporal, cor da urina, sede e osmolalidade urinária pré e pós sejam observados com cautela e de preferência em conjunto.

Link para o estudo: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26907836

Comentários