Resposta das atletas no estágio de altitude foi “muito boa”, diz Rui Borges

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Rui Borges, técnico do Fluvial Portuense que orienta o estágio em altitude de Angélica André e Vânia Neves, considera, em declarações ao site da Federação Portuguesa de Natação, que têm sido “três semanas de trabalho com enorme qualidade, com uma resposta das atletas muito boa e com ótimas condições”.

“Realizamos quatro sessões de treino, conjuntamente com a equipa nacional espanhola de águas abertas, bastante proveitosas para todos. Nestes últimos dias, a campeã mundial júnior, Paula Ruiz, está a fazer as sessões de treino com a Vânia e Angélica. A seleção de águas abertas foi embora, mas ela vai continuar o estágio e estão a treinar as três juntas… muito bom”, afirma o treinador.

Esta concentração tem como objetivo preparar a Taça do Mundo de Viedma (Argentina) a 4 de fevereiro, numa época cujo ponto alto é o Mundial de Budapeste, de 15 a 22 de julho.

“[Objetivo para a Argentina] É aproximar cada vez mais dos lugares de topo, uma classificação dentro dos top 10. Estamos curiosos para ver como vão reagir as duas, depois do quinto lugar no Europeu Absoluto da Angélica e da participação olímpica da Vânia…”.

O estágio em Serra Nevada (Espanha) termina hoje.

Comentários