Sexualidade no desporto (parte 3)

  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

O gasto energético durante a função sexual

Após esta exposição sucinta da fisiologia da função sexual, e para dar resposta à pergunta acima formulada, usaremos como unidade de medida o denominado coito. Standard, ou seja, um ato sexual simples. Atribuiem a esse coito uma duração média de 3 minutos, enganando a face de excitação.

O despendido de energia desse ato é dirigido por uma modificação da frequência cardíaca, respiratória e trânsito. Assim, podemos estabelecer uma comparação com as performances desportivas. Relativamente a outro tipo de atividades, a título de exemplo, podermos afirmar que o aumento da frequência cardíaca para 120 pulsações por minuto corresponde a uma marcha rápida, ou a uma discussão viva com outra pessoa, corresponde ao trabalho de um tipo lavar janelas, pegar numa criança, sacudir um tapete, subir umas escadas, etc…

Considerando o aumento da frequência cardíaca para 120 pulsações durante 3 minutos como correspondendo a um esforço sub-máximo e ao aumento de 180 num sprint de 15 segundos a um esforço máximo, vamos encontrar os seguintes números para um nadador com vitórias:

Nadador não treinado – 152 metros;

Nadador classe regional, esforço submáximo – 196 metros;

Nadador classe regional, esforço máximo – 241 metros;

Nadador classe nacional, esforço sub-máximo – 288 metros;

Nadador classe nacional, esforço máximo – 322 metros.

Podemos dizer então que os valores para o ato sexual são comparáveis aos do indivíduo não desportista, isto é, 152 metros. Por conseguinte, se um campeão nada durante esse tempo – 3 minutos – 288 metros, significa que ele terá economia de esforço de 47% em esforço sub-máximo e 53% em esforço máximo. Donde se conclui que para um campeão o esforço de um ato sexual standard é mínimo.

O equivalente a outras modalidades será de 200 metros, para o nadador clássico 800 metros, para o corredor a pé em esforço submáximo é de 15 a 50 metros, respetivamente, para um esforço máximo.

Portanto, o ato sexual pode fatigar não um indivíduo não treinado, mas para o indivíduo a nadar ou correr 5 a 6 km por dia ou mais os 200 a 800 metros são um gasto ridículo!

E assim se pode explicar como atletas estrangeiros tenham batido recordes nacionais e internacionais algumas horas após uma relação sexual.

Por hoje ficamos por aqui e aguardamos pelo último capítulo que são: As consequências negativas da abstinência sexual.

Comentários